Dicas Pra Possuir uma Relação Sensacional E Produtiva Com O Seu Pedreiro

21 May 2018 22:13
Tags

Back to list of posts

P2250112-vi.jpg Se você agora passou por uma construção ou reforma em moradia, sabe que resolver com a mão de obra, muitas vezes, não é uma tarefa fácil. No entanto, acredite: conservar um bom relacionamento com os profissionais envolvidos pela obra faz uma enorme diferença no efeito e evita uma série de transtornos durante as etapas. No fim de contas, quem vai pôr a mão pela massa, literalmente, e transformar o seu sonho em realidade? Depois de buscar fontes com amigos ou profissionais da área e escolher um pedreiro, é hora de se ligar em algumas informações superimportantes. Muitas pessoas cometem o defeito de combinar instituído serviço com o pedreiro e, ao longo da execução, começam a acrescentar uma coisinha ali, outra acolá.No momento em que se dão conta, todo o cronograma foi por água abaixo. O orçamento muda e tudo vira uma bagunça que prejudica a conexão com o pedreiro. Isso pode até fazer você gastar mais dinheiro do que se tivesse planejado. Sonhe pelo lado do profissional: planejar é importante para o excelente rendimento da obra. Converse com o pedreiro desde o começo a respeito do que você quer adicionar pela reforma e peça a opinião dele.Também, coloque uma margem a mais no orçamento para adicionar pequenos ajustes. A ansiedade costuma tomar conta do consumidor no momento em que o conteúdo é obra. Desenvolver um cronograma e definir a data de entrega de cada uma das etapas com o pedreiro podes ser uma sensacional solução. Isto vai te ajudar a visualizar a reforma e ter uma percepção de quando ela vai terminar. Outro defeito comum é acertar a data de começo da reforma com o pedreiro e, no momento em que o dia chega, ainda tem um monte de material para comprar.Prontamente se viu nessa circunstância? A solução é perguntar a todo o momento, logo depois da negociação, do que o profissional tem que para começar a realização. Ferramentas, materiais… Faça uma lista e deixe tudo pronto pro dia combinado. Imagine-se sendo perguntado diariamente a respeito do andamento de um definido trabalho. Não é ótimo, né? Confie no teu pedreiro e deixe-o fazer o serviço sem aquelas perguntas diárias, pois são capazes de causar estresse e impaciência no profissional. Uma sensacional dica é seguir o cronograma e perguntar sobre o andamento do serviço só no término de cada época. Você quem sabe tenha que conviver com o pedreiro por um agradável tempo e ele será o responsável por tirar todas as ideias do papel.Fachada de sobrado em vidro de noite. Projeto de Aquiles Nicolas KilarisSolução de dificuldades da rede de esgoto, quota hidráulica ou elétricaPlanta de casa com um quarto bem planejada e estruturadacinco Sugestões para fazer uma planta de moradia2 Banheiro / LavaboAgenda domésticaDeste modo, tratar bem este profissional é um dos pontos principais. Ofereça café, lanche, seja gentil, empreenda bem como o lado dele. Nada de autoritarismo, cobranças em excesso, grosseria ou coisas do tipo. Você deve do profissional com bacana vontade, dedicado e satisfeito com o serviço, correto? Com estas sugestões simples, você vai poder impedir os mais diferentes transtornos. Quando a relação com os profissionais envolvidos é bacana, poderá ter certeza de que a obra flui de uma maneira bem melhor! Se quiser saber mais informações a respeito desse cenário, recomendo a leitura em outro ótima blog navegando pelo hiperlink a a frente: Plataforma tesoura. E o consequência final, deste modo, nem se fala! Você irá ver a diferença!Marcos Antônio Melo, de Tobias Barreto (SE), 32 anos, 15 de profissão. Começou com o pai por volta dos dezessete anos. Entre 95 e 99 esteve em São Paulo. Trabalhou em loja de material de construção como vendedor e depois como pedreiro. Aprendi muita coisa, fui em feiras, fiz cursos de acabamento e fiquei mais informado. Segundo ele, os novos conhecimentos ajudaram muito ao voltar à cidade natal, onde tem uma clientela fiel.Como foi a alternativa Os fundamentos pra seleção foram o grau de interesse profissional nos temas sugeridos, o alcance nacional do conteúdo e sua adequação ao Jornal do Pedreiro. Todas as informações foram colocadas em um Banco de Idéias que será aproveitado futuramente. Quem não obteve desta vez, aguarde a próxima oportunidade e não deixe de participar do novo concurso que se realizará dentro de seis meses.Nesta edição do Jornal do Pedreiro neste instante se pode olhar o efeito desta participação tão animada. Um dos tópicos mais citados como opinião de pauta foi Segurança. Então, neste instante apresentamos nesta edição a aluguel plataforma articulada (grupoapc.com.br) primeira matéria a respeito objetos de proteção no serviço. Os focos campeões Além da Segurança no serviço, muitos tópicos foram campeões de informações, revelando que os profissionais da construção civil estão ficando cada vez mais conscientes sobre isto aquilo que afeta sua vida no trabalho, na sociedade e na família.PM Page 10 DE BEM COM A Existência Defender nosso superior patrimônio custa barato Instrumentos de proteção individual custam barato e podem impedir a maioria dos acidentes do serviço. O gasto vale o proveito. Calcula-se que aconteçam todos os dias mais de 2 1 mil acidentes de trabalho no Brasil. Extenso cota desses acidentes ocorre na construção civil, principalmente entre profissionais que trabalham por conta própria, que não têm o hábito da prevenção.Segundo Paulo de Oliveira, professor do SENAI, especialista em Segurança do Trabalho, o acidente não acontece por acaso ou por ausência de sorte. Há sempre uma causa e o mais lamentável é que a maioria dos acidentes poderia ser evitada somente com utilização de Objetos de Proteção Individual (EPIs), cujo uso é obrigatório por lei. Quem não está acostumado podes estranhar no início, contudo depois se acostuma e nunca mais deixa de usar, diz Paulo, que recomenda para os pedreiros alguns instrumentos básicos. O Jornal do Pedreiro foi às lojas em São Paulo pra verificar alguns preços médios e exibe o repercussão para você.Mesmo quem mora em algumas capitais ou cidades do interior poderá ter acesso a estes equipamentos. Acho que todo profissional autônomo deveria adicionar nos orçamentos uma pequena verba para ter a todo o momento seus instrumentos de proteção. Em conclusão, nosso maior patrimônio é nosso corpo humano e nossa saúde. Paulo de Oliveira, professor do SENAI, especialista em Segurança do Trabalho Confira os materiais mais respeitáveis para tua segurança Capacete Protege a cabeça principalmente contra a queda de instrumentos e aparato, evitando ferimentos graves e até a morte. Luvas de raspa de couro Evitam ferimentos com lascas de madeira, objetos cortantes e pontas de prego, um dos acidentes mais comuns nas obras.Luvas de borracha ou de pvc Adequadas pra adicionar e colocar argamassa e outros materiais, protegendo a pele contra doenças e ressecamento. Óculos de proteção Pra proteção dos olhos contra lascas de concreto, poeiras e materiais como pedaços de broca, que pode se quebrar no decorrer do exercício de furadeira, além de outros mais perigos. Máscaras descartáveis de papel - Evitam a inalação de pó e partículas durante lixamentos, cortes de madeira, de pedras e outros.

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License